Como configurar o Seafile no Linux


Como configurar o Seafile no Linux

Precisa de uma ótima ferramenta de sincronização para o servidor Linux que trabalhe rápido e ofereça suporte a clientes em várias plataformas? Confira o Seafile no Linux. É uma solução de sincronização de arquivos de nível corporativo que facilita a transferência de dados de um local para outro na LAN, bem como na Internet.

Instalação

Devido a quantos tipos diferentes de sistemas operacionais de servidor Linux existem, os desenvolvedores optaram por fazer um "instalador Linux" genérico. Para configurar o Seafile no Linux, abra um terminal e use a ferramenta de download wget para baixar o pacote mais recente.

64 bit:

wget //download.seadrive.org/seafile -server_6.2.3_x86-64.tar.gz

32 bits:

wget //download.seadrive.org/seafile-server_6.2.3_i386.tar.gz

Depois de pegar o software do servidor, você precisará extrair o arquivo no qual ele está compactado. Faça isso com tar.

tar xvzf seafile-server _ *. tar.gz

Executar o comando tar com essas letras irá descompactar todo o arquivo, extraí-lo, e coloque-o na mesma pasta para a qual foi baixado. A partir daqui, você precisará usar o comando CD para entrar no diretório de arquivos extraídos.


Como matar programas do terminal no Linux

Como matar programas do terminal no Linux

Os aplicativos para Linux funcionam muito bem hoje em dia. Programas mais novos e melhores, com excelentes recursos que nos ajudam a tirar o máximo proveito de nossos computadores todos os dias. Infelizmente, às vezes, esses programas param de funcionar. Quando o seu programa Linux favorito trava, clicar no botão fechar não funciona.

(Linux)

Como configurar um arquivo de swap no Linux

Como configurar um arquivo de swap no Linux

O swap é uma parte essencial do Linux e como ele gerencia os programas. Com ele, os usuários do Linux podem suspender para a RAM e até alocar memória extra para os programas usarem quando a RAM física se esgotar. Basta dizer que todos devem usar swap. Nas distribuições tradicionais do Linux, uma partição dedicada é criada especificamente para usar o swap.

(Linux)